Falha na Linha 2-Verde provoca lotação de estações do Metrô - Foto Rodrigo Rodrigues G1

Linha 2-Verde do Metrô apresenta falha e Linha 9-Esmeralda segue com operação em via única

Linha-9 Esmeralda, da ViaMobilidade funcionou durante a greve, mas problema no sistema elétrico provoca transtornos desde a tarde de terça (3). Na Linha Verde, portas não fechavam na estação Vila Prudente.

 

Os trens do Metrô e da CPTM voltaram a circular nesta quarta-feira (4) após a greve de servidores que ocorreu na última terça-feira (3).

Entretanto, além dos problemas que se arrastavam desde o dia anterior na Linha 9-Esmeralda, concedida à iniciativa privada, uma falha provocou transtornos na operação da Linha 2-Verde.

Segundo usuários, as portas não fechavam na estação Vila Prudente. Passageiros ficaram parados das 8h até as 8h49, quando a linha começou a andar com velocidade reduzida.

A Linha 9-Esmeralda ainda opera em via única entre as estações Morumbi e Pinheiros, em São Paulo. A concessionária alega vandalismo e registrou boletim de ocorrência.

As demais linhas do Metrô e da CPTM seguem com operação normal.

Metrô

  • Linha1-Azul
  • Linha 3-Vermelha
  • Linha 7-Rubi
  • Linha 5-Lilás
  • Linha 15-Prata

*Linha 4-Amarela, operada pela ViaQuatro, também tem operação normal

CPTM

  • Linha 7-Rubi
  • Linha 10-Turquesa
  • Linha 11-Coral
  • Linha 12-Safira
  • Linha 13-Jade

*Linha 8-Diamante, operada pela ViaMobilidade, também tem operação normal)

Paralisação de 24h

A decisão de encerrar a greve foi tomada em uma assembleia encerrada por volta das 21h (veja abaixo como foi o dia).

  • 2.331 trabalhadores, ou quase 79%, votaram pelo encerramento da greve
  • 587 pessoas, ou 19%, votaram pela manutenção da paralisação
  • 1.161 servidores, ou 39%, votaram para que a greve não seja retomada na semana que vem
  • 34 pessoas se abstiveram de votar

Os funcionários iniciaram o movimento em protesto contra privatizações da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), Metrô e Sabesp (companhia de abastecimento de água) propostas pelo governador Tarcísio de Freitas (Republicanos).

A concessão de linhas do Metrô e da CPTM à iniciativa privada e a privatização da Sabesp são promessas de campanha do governador. Esses processos ainda estão em fase de estudo.

O governador e o prefeito Ricardo Nunes (MDB) decretaram ponto facultativo nesta terça, e o rodízio de veículos foi suspenso.

Ficaram totalmente paralisadas as linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha, 15 -Prata, 10-Turquesa, 12-Safira e 13-Jade. As linhas 4-Amarela, 5-Lilás e 8-Diamante, que são geridas pela iniciativa privada, funcionaram normalmente.

As linhas 7- Rubi (de Caieiras a Luz) e 11-Coral (de Guaianases a Luz), da CPTM, funcionaram parcialmente, assim como a linha 9-Esmeralda, da ViaMobilidade, que teve problema operacional às 14h.