Raio-X das Eleições: Eleito, Bruno Covas gastou R$ 250 mil com redes sociais; Arthur do Val, do Patriota é o campeão de gastos na web

Raio-X das Eleições: Eleito, Bruno Covas gastou R$250 mil com redes sociais; Arthur do Val, do Patriota é o campeão de gastos na web

EDUARDO MICHELETTO

Se a guerra pelos votos foi vencida pelo candidato Bruno Covas (PSDB), o mesmo não ocorreu nas redes sociais, já que o candidato do Patriotas, Arthur do Val, mais conhecido como Mamãe Falei foi o que mais gastou na disputa eleitoral, foram gastos cerca de R$ 295 mil reais na realização de impulsionamentos nas redes sociais, como no Facebook e Instagram. Nas urnas, Arthur terminou em quinto lugar, com 9,78% da preferência do eleitor paulistano.

Eleito, Bruno Covas gastou cerca de R$ 230 mil, sendo que a maior parte desde montante foi utilizado no segundo turno. Uma estratégia utilizada para conter o franco crescimento do seu oponente, Guilherme Boulos, do Psol, que gastou cerca de 110 mil.

Com uma campanha criativa, o candidato soube cativar os jovens com jingles, lives e programas como “Café com Boulos”. Para se ter uma ideia do fenômeno “Boulos nas Redes Sociais”, os vídeos feitos pelo candidato do PSOL ultrapassaram a marca de 11 milhões de visualizações. Os vídeos de Covas tiveram 70 mil.

REUTERS/Nacho Doce

Numericamente, Boulos (foto) foi o candidato que mais recebeu curtidas, compartilhamentos e comentários em seus posts, mas também precisou publicar mais que seus adversários. Para cada post feito pelo pessolista houve em média 7.200 interações.

Para o Jornalista e Consultor de Marketing Digital da Mitto Comunicação, Eduardo Micheletto, “As eleições reforçaram a importância do uso das mídias sociais como um espaço de comunicação e de debate político. Até 2010, a estratégia dos candidatos era estar presente nas ferramentas mais populares e,  normalmente, agir na rede como ação complementar de divulgação dos conteúdos das mídias tradicionais. Hoje a sociedade digital exige mais interação, e as campanhas políticas são realizadas por candidatos, eleitores e militantes”, finaliza.

Vereadores que mais gastaram

A candidata Cris Monteiro, do Partido Novo foi a vereadora que mais gastou com as redes sociais, foram R$ 213 mil reais. O alto valor foi recompensado com uma vaga na Câmara Municipal de São Paulo.

Milton Leite, do DEM, ficou em segundo lugar, não só nas urnas, como também nos gastos. Nas urnas, foram gastos R$ 162 mil reais, que lhe renderam 132.512 votos, ficando apenas atrás de Eduardo Suplicy (PT), que obteve 167.427 votos.

*****

Eduardo Micheletto é Jornalista, Assessor de Imprensa e
Consultor de Marketing Digital da Mitto Comunicação
e escreve esta coluna dentro do Conecta.